Este blog acaba de nascer de uma conversa íntima entre dois amigos, com gostos e ideias bastante similares em relação à vida e ao sexo.

21
Mar 09

 

Já me tinhas confessado que não passas um fim de semana sem te sentires inebriadamente feliz. Era sábado e tinhas que trabalhar sozinho, a contra-gosto. Decidi visitar-te no escritório, depois do almoço, e reparei que estavas mais do que feliz, estavas embriagado e solto.

Vimos juntos alguns vídeos divertidos no computador e o riso serviu-te de mola impulsionadora para puxares para ti a minha cadeira e me roubares um beijo. Não um beijo qualquer, um beijo daqueles que nos deixa sem fôlego e cheios de desejo.

Levantei-me por instinto e tu levantaste-te também. Puxaste-me de costas contra ti, beijaste-me o pescoço com sofreguidão, enquanto as tuas mãos, debaixo da minha camisola, se serviam dos meus seios para me manter perto do teu corpo. Conseguia sentir um volume bem duro a roçar as minhas nádegas.

Estava completamente molhada. O beijo e o roçar dos nossos corpos ainda vestidos, foram o preliminar suficiente para que sentisse a urgência de que me possuísses.

Empurrei-te para o chão onde ficaste sentado, apoiado nos braços, enquanto te desapertava as calças e te tirava o pénis para fora. Não demorei a puxar a saia para cima e a sentar-me em frente a ti, com as minhas pernas sobrepostas nas tuas. Balançaste o teu corpo de encontro ao meu e não foi preciso que me penetrasses mais do que meia dúzia de vezes para que me viesse num ruídoso orgasmo, logo seguida de ti.

 

Acordei completamente excitada. O meu clítoris estava saliente e rijo e tive que correr para a casa de banho para me satisfazer. Pouco tempo depois o meu telemóvel toca e a tua voz ecoa-me nos ouvidos e faz reviver o sonho.

Agora, sentada quase de frente para ti, continuo com uma vontade enorme que me comas. Hoje estás especialmente bem disposto, metes-te comigo sob qualquer pretexto e eu aqui molhada à tua espera. Será que sentes?

 

 

publicado por L. às 11:50

Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10

19

22
23
24
25
27
28

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

"Deves querer comer-me não"
pesquisar
 
blogs SAPO