Este blog acaba de nascer de uma conversa íntima entre dois amigos, com gostos e ideias bastante similares em relação à vida e ao sexo.

31
Mar 09

 

 

Hoje sinto-me especialmente irritada, e para além disso é um daqueles dias que quem passa por aqui já conhece. Mas a irritação é tal que me provoca inércia e nem para me ir aliviar me levanto. Contraio-me uma e outra vez e vai-se levando. Neura do raio!

 

Começo bem o dia. O R., o único interessante por aqui, balda-se sem dizer " água vai ". Telefona-me à hora de almoço com voz de ressaca e limito-me a dizer-lhe que o vou matar. Deixou um cliente pendurado e uma reunião por fazer.

 

O boss esqueceu-se que hoje é dia 31 e não me pagou. Pediu desculpa. Para além disso pediu-me para lhe apresentar umas amigas minhas e insinuou que tenho material de qualidade. Suponho que o nome do meio dele é elástico e que se se estica mais um bocado vou ter que lhe mostrar as garras. Deve pensar que pode tomar a liberdade de fazer esse tipo de insinuações comigo.

 

O dia está a ser uma seca. No geral porque não há muito para fazer e em particular porque não há muito para fazer.

 

Não tenho mais motivos para explicar a minha neura a não ser que lhe possa chamar TPM. E é bem provável que possa...

 

publicado por L. às 16:34
tags: ,

26
Mar 09

Demonstrar indiferença e alguma insensibilidade quando algo te deixa magoado, é facil. 

 

Agora, experimenta  revelar-te a alguém que sofre calada como tu, que também tenta sobreviver, que te entende, que te aceita...

 

Pois é...isso é difícil não é?

 

E é assim que se perdem pessoas especiais.

publicado por fantasiasparadois às 11:32

21
Mar 09

Acho que sentiste...

Ficámos sozinhos e a certa altura achei-te demasiado quieto e calado. Olhei para ti e vi-te recostado na tua cadeira a olhar-me fixamente e o teu olhar pedia, definitivamente, alguma coisa. Não desviaste o olhar nem te mexeste, e fui eu quem teve que desanuviar o ambiente com uma conversa de ocasião.

Adiaste o almoço para me fazeres companhia e quando finalmente saíste já eu não me aguentava de tesão. Hoje já me vim três vezes graças a ti.

 

publicado por L. às 13:22
tags:

 

Já me tinhas confessado que não passas um fim de semana sem te sentires inebriadamente feliz. Era sábado e tinhas que trabalhar sozinho, a contra-gosto. Decidi visitar-te no escritório, depois do almoço, e reparei que estavas mais do que feliz, estavas embriagado e solto.

Vimos juntos alguns vídeos divertidos no computador e o riso serviu-te de mola impulsionadora para puxares para ti a minha cadeira e me roubares um beijo. Não um beijo qualquer, um beijo daqueles que nos deixa sem fôlego e cheios de desejo.

Levantei-me por instinto e tu levantaste-te também. Puxaste-me de costas contra ti, beijaste-me o pescoço com sofreguidão, enquanto as tuas mãos, debaixo da minha camisola, se serviam dos meus seios para me manter perto do teu corpo. Conseguia sentir um volume bem duro a roçar as minhas nádegas.

Estava completamente molhada. O beijo e o roçar dos nossos corpos ainda vestidos, foram o preliminar suficiente para que sentisse a urgência de que me possuísses.

Empurrei-te para o chão onde ficaste sentado, apoiado nos braços, enquanto te desapertava as calças e te tirava o pénis para fora. Não demorei a puxar a saia para cima e a sentar-me em frente a ti, com as minhas pernas sobrepostas nas tuas. Balançaste o teu corpo de encontro ao meu e não foi preciso que me penetrasses mais do que meia dúzia de vezes para que me viesse num ruídoso orgasmo, logo seguida de ti.

 

Acordei completamente excitada. O meu clítoris estava saliente e rijo e tive que correr para a casa de banho para me satisfazer. Pouco tempo depois o meu telemóvel toca e a tua voz ecoa-me nos ouvidos e faz reviver o sonho.

Agora, sentada quase de frente para ti, continuo com uma vontade enorme que me comas. Hoje estás especialmente bem disposto, metes-te comigo sob qualquer pretexto e eu aqui molhada à tua espera. Será que sentes?

 

 

publicado por L. às 11:50

20
Mar 09

 

Essas

miúdas são uma fogueira
Que te acendem as noites em

qualquer lugar
E tu desejas arder com elas
Enquanto

bebes o perfume
Que elas deitam nos seus trapos de cor
Para te embriagar

Essas

miúdas são um exagero
Dizem

que sem ti não sabem voar
Mas tu adoras voar com elas
Enquanto inventas espaços novos
Elas vai arquitetando uma

teia
P´ra te aconchegar

Essas

miúdas fazem-te

acreditar
Que o sol é um presente
Que a aurora trás
Principalmente p´ra ti

Essas

miúdas são umas

feiticeiras
Prende-te a mente e põem-se a falar
E tu bem

tentas compreende-las
Mas o que sai da sua boca
Não

parece condizer com o que elas
Te dizem com o olhar

Essas
miúdas fazem-te acreditar
Que o sol é um presente
Que a aurora trás
Principalmente p´ra ti"

 

"Miúdas mesmo assim, adoro-vos muito"

Ass:Pirata

 

 

 

publicado por Carlos Martins às 11:40
sinto-me: Romantico e desejado.

18
Mar 09

 

Quando me vires chegar

num vestido de saudade

e em saltos de esperança

 

Quando me vires chegar

com o cabelo coberto em lenços de mágoa

 

Quando me olhares nos olhos

desprovidos de tudo

e me leres a alma cheia de nada

pergunta-me quem sou agora

 

Respondo-te que sou nua de todas as coisas

menos de ti.

 

publicado por L. às 14:53

17
Mar 09

 

Tinhamos combinado que este dia podia chegar a qualquer momento, porque se falamos há tanto tempo no msn e já falamos ao telefone, porque não nos encontrarmo-nos num quentinho dia de sol? Falei de manhã com a L e disse um pouco á serio como estava entusiasmado com a tua viagem desde o Porto. Deste-me um toque para o telemovel quando apanhaste o intercidades na famosa sexta-feira santa, como de se um toque de lingua se tratasse tratei de te aconselhar uma boa viagem. Combinamos um almoço perto da Expo, junto ao rio para que não tivesses saida possivel das nossas maos. Depois de alguns copos de vinho, demoraste a entender a minha excitação, quando somente me tocaste nas palmas das maos.

A L sorriu com cara de marota porque ela já sabe como eu reajo quando sou fortemente atacado pelo excitação dum toque feminino. Já tocados de alguns copinhos de puro vinho verde, resolvemos encaminhar nos para o Cabo da Roca. Fartos de brincadeiras buscamos algum prazer, Tu estavas de saia curta mas curiosamente tinhs ido á casa de banho do restaurante retirar a pequena tanga que ainda trazias da viagem. Assim te apresentas-te perante o meu sexo, sem tanguinha e com um tesão de morrer. Com as sobrancelhas franzidas pediste que te metesse todo lá dentro sem qualquer desculpa da minha parte acedi ao teu pedido. A L retirou-se de mansinho e foi para o banco de detrás aonde eu podia ouvir os seus gemidos, também ela buscava um prazer algures perdido entre amores e desamores.

Fizemos como o deviamos ter feito sem tabus nem compromissos, fizemos de conta que somos pecadores do sexo, pecamos por excesso de excitação e por ai tivemos o nosso castigo, e que castigo tão bom. Enbarcaste já tarde e de noite, deste-nos um abraço e um beijo em cada um de nós...Partiste mas já hoje voltamos á falar...quando me acordaste com um toque de telemovel.

 

publicado por Carlos Martins às 17:05
sinto-me: Descarado

 

E os acéfalos!

Na busca de imagens sugestivas para o nosso blog, deparei-me com um outro blog em que a autora publicou uma foto explícita do seu tesouro. Pensei para mim que aquela foto podia ser minha, porque as há de variadas formas e feitios e os nossos tesouros eram realmente parecidos.

Eis senão quando me deparo com a mesma foto num fórum já meu conhecido por motivos não muito bons, em que vários acéfalos discutiam vaginas. Como comentário a esta foto, um senhor dizia que era o tipo de " cona " que preferia, que era o tipo de " cona " que se fartava de foder e ainda pedia aos restantes acéfalos que acreditassem que era o tipo de " cona " que proporcionava as melhores fodas.

Ora, não sendo uma " cona " que considere propriamente bonita, embora seja parecida com a minha, pois foi abençoada com os pequenos lábios que não são assim tão pequenos, primeiro hesitei entre sentir-me a maior ou pensar que aquele senhor realmente não tinha o tico e o teco em pleno funcionamento. Não sabia que ser boa na cama estaria directamente relacionado com questões anatómicas da " cona ".

Mas consegui visualizar Deus Nosso Senhor a sortear-nos durante a criação divina:

- " Tu mulher, vais ter uns pequenos lábios não muito bonitos, mas vais ser a loucura dos homens. Vais dar as melhores fodas. Diverte-te! ".

- " E agora tu! Vais ter uma " cona " perfeita, mas vais ser péssima na cama. Mas não te preocupes porque vou compensar-te... vais ser actriz porno porque tens uma " cona " bonita de ser ver, e toda a gente vai pensar que fodes bem, apesar de não foderes. ".

 

Apesar de tudo, fico feliz por pertencer ao primeiro grupo.

 

publicado por L. às 10:42
tags:

 

 

Quando fui convidada para contribuir para este blog, fiqui excitadíssima. Para começar, uma coisa soft…que este espaço não é meu e respeito é bom e eu gosto!!!!!

O tema é-me particularmente prazeroso. Neste campo posso dizer que sou uma felizarda, pois já realizei muitas das fantasias que tive em todas as suas vertentes (no carro, na praia, no duche, no tapete da sala, à lareira, na cozinha, nas escadas, na rua, no shoping, à chuva,no bar, no elevador, á entrada do prédio, à porta de casa, na varanda, no ginásio, no hotel, em casa dos outros, com gente ao lado, é melhor calar-me kkkkk)

Mas são como tudo na vida: quando não se tem, quer-se e, quando se tem, quer-se mais.

Muito se tem dito mas muito mais há a dizer. Aqui fica o meu singelo contributo:

O que é uma fantasia sexual?

Na teoria, a fantasia sexual pode ser entendida como sendo um conjunto de imaginações  referentes a sexo que trazem estímulos para o prazer. São representações mentais, em que a pessoa se vê protagonista de situações que a estimulam e despertam os seus desejos mais ardentes.

Na prática, fantasiar é sonhar acordado. Sonhar com algo que nos desperta a imaginação, o desejo e que conduz ao prazer do casal. Fantasiando, eles tornam-se  mais íntimos e cúmplices um do outro

 As fantasias sexuais ajudam a desenvolver a sexualidade e permitem que as pessoas desafiem tabus e são também inerentes ao ser humano, independente de idade. São reflexos saudáveis das necessidades e desejos não satisfeitos por imposições e repressões de uma sociedade conservadora.

Não importa qual é ou quais são a (s) sua (s) fantasia (s), o importante é respeitar seus limites. Se o casal estiver bem sintonizado a fantasia dar-vos-á sensações de muito prazer.

 

 

 

 

 

A título de curiosidade:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

As fantasias preferidas dos homens são:
Estar com duas mulheres ao mesmo tempo; 
Fazer sexo em grupo;


Enquanto que as mulheres…

 

 

 

 

 


As principais fantasias femininas são:
- Fazer sexo em lugar romântico (cabana, praia)
- Fazer sexo com homens famosos ;
- Fazer sexo dominada pelo parceiro;


 Quando o assunto é sexo em lugar inusitado, o elevador é rei!!! Há ainda quem fantasie com parceiros gordos, peludos, negros (estou-me a acusar!!), ninfas, peitudas, as clássicas enfermeiras, professoras, medicos………

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Há também as mais arrojadas, com direito a submissão, submissos, acessórios de tortura, sexo com desconhecidos, sexo com prostituta (o), sado/maso, swing, ménage…..

 

 

 

 

 

 

 


A estes últimos itens tenho que dedicar um post exclusivo!!
 

 

 

 

 

 

 

 

 

Não importa qual é a tua fantasia sexual, o importante é vivê-la da melhor maneira possível! Liberta a imaginação!

 

 

 

 

 

 

Vamos lá saber, quais são as vossas? Sendo que todas as fantasias podem ser a dois, a três, a quatro ou qui ça tantos quantos a imaginação nos leve!

 

 

 

 

 

 

 

Desejo-vos múltiplos orgasmos…

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Millady

 

 

 

 

 

Postado pela nossa nova convidada Milady (http://diariodemillady.blogspot.com)

 

publicado por Carlos Martins às 09:46

16
Mar 09

 

Reparei que buscavas o prazer imediato, toquei-te o coração para sempre.

Mas sempre é um tempo quase infinito, deste-me a mão e saiste a correr, buscavamos

novos desafios. Faz de conta que o tempo passou, Faz de conta que o passado parou.

Pensas que ainda me amas, mas liberta-me enquanto não te faço sofrer.

O sofrimento poderá ser fatal como o nosso destino o foi...

 

 

 

 

 

publicado por Carlos Martins às 11:45
sinto-me: Romantico e desejado.

Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10

19

22
23
24
25
27
28

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
"Deves querer comer-me não"
pesquisar
 
blogs SAPO