Este blog acaba de nascer de uma conversa íntima entre dois amigos, com gostos e ideias bastante similares em relação à vida e ao sexo.

25
Jun 09

 

Detesto. A palavra, só por si, tem dias que me causa repulsa. Se me abraçam sinto-me desconfortável e desejo que não dure mais do que dois segundos. E no entanto, em alguns momentos, apanho-me a desejar gostar de ser abraçada por alguém. Só por uma vez entregar-me a um abraço.

As demontrações de afecto chateiam-me. Não gosto de demonstrar afecto e aborrece-me que alguém mo demonstre com demasiada frequência. Enfada-me.

No sexo gosto de sexo. Não me abracem por favor. Fodam-me.

E como ainda ontem me falava com um amigo sobre traumas, acabo por relacionar estas aversões ao facto de não ter sido muito acarinhada na infância. Acho que também a minha mãe tinha repulsa, e o meu pai partiu demasiado cedo para me deixar memória de carinhos. Lembro-me de chorar por achar que a falta de afecto da minha mãe tinha a ver com falta de amor.

Às vezes desejo ardentemente livrar-me destas sensações incómodas. Também preciso de carinho mas não consigo gostar dele. Haverá alguém que me liberte disto um dia?

 

publicado por L. às 12:16

22
Out 08

Tal é a subida da hormona da adolescência que fui sonhar com o Ricardo, gato bem comportado da nossa sociedade.

Estávamos perdidamente apaixonados, passeando pelas ruas de Lisboa de abraço para aqui e para ali, tentando ser sobretudo discretos para não atrair objectivas. Epá porra, nem um beijo?? Nem uma mísera queca num beco qualquer?? Apesar disso acordei feliz e seca.

Não se entende, só pode ser carência de afecto. Sinto-me mesmo carente... miau!

Aproveito para pedir desculpa ao pirata por estar a escrever baboseiras em vez de lhe fazer a mousse de chocolate prometida há uns meses. Mas aviso já que com tanta carência sou capaz de comer um balde dela, portanto não contes muito com isso.

 

publicado por L. às 09:46

Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Conversas Recentes

Abraço

Mais do Ricardo

subscrever feeds
"Deves querer comer-me não"
pesquisar
 
blogs SAPO